terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Qualquer dia desses


Pois é...
Ultimamente os poemas não estão saindo bons (nenhum pouco mesmo)
Mas, ainda existe a prosa poética.
Vai esse texto que fiz hoje mesmo.
Não esqueçam de escutar a musica junto...
E para quem quiser ver a tradução dela depois: http://letras.terra.com.br/sixpence-none-the-richer/36642/traducao.html




Qualquer dia desses.

Desses que são qualquer dia mesmo.

Quando você não tem nada para fazer, você tenta fazer um poema e as rimas não saem. Não há uma ideia em sua mente, você não consegue organizar suas idéias, principalmente por não conseguir ordenar seu coração.

Geralmente uma música melhoraria seu humor, mas dessa vez você não faz ideia do que precisa ouvir.

Talvez um filme?

Mas você sente que não pode perder duas horas da sua vida com um filme.

Quem sabe conversar com alguém?

Quem?

Falar o quê?

O quê você está querendo falar?

Você já se esqueceu como tudo isso começou.

Quando começou a crescer em você, você não deu muita atenção e por isso não faz ideia do que seja. Só sabe que seja lá o que for, está acabando com você.

Você sabe que tem que sorrir, mas...

O que pode ser isso?

Você olha para céu em busca de resposta.

Você lembra vagamente de onde tudo isso surgiu, e não consegue medir a importância.

E você se entrega...

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário